sábado, 1 de agosto de 2009

SOCIEDADE DAS ALMAS

Em algum momento... início!
Não importa o quando, nem o motivo...
almas encontram, na veia da vida,
um gosto...
um jeito, feito!
Sacodem, abalam, infiltram...
Somos postos num transe.
São os olhares subjetivos,
surreais,
debates mentais!
Existe o código único: PARCERIA!
A amizade e seus contornos...
palavras surgidas a quatro mãos.
Fica, o feito, dito...
o não dito, feito!
Detalhes são perdidos...
Saldo é positivo...
Resta a vontade do resto,
do resto inteiro que resta...
num olhar pela fresta
da janela entreaberta...
====================
JULENI ANDRADE

Nenhum comentário: