sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009


CRUELDADE INSANA
---------------------------------
Quanta exploração!
rio manchado,
árvores ao chão,
terra envenenada,
lixão!
Petróleo, guerra, religião;
soja, trigo, fome;
gado, latifúndio, desemprego;
silício, informação, pedofilia;
biotecnologia, gens, desmatamento...
Prostituiram a ciência!
Quanta inconsciência!
Extinção!
Homens sobre o chão, derrubando homens...
Matando a terra com parafernalhas! Tralhas!
Contaminando o solo em busca do lucro!
Absurda irresponsabilidade...
Crueldade insana...
Os homens são ácidos corrosivos,
aniquilando-se em prol de seus caprichos
-------------------------
“Juleni Andrade”

Um comentário:

Tequinha disse...

Hoje descobri um tesouro, suas poesias. Retratam tão bem as questões sociais. Parabéns!!
Vou estar usando em minhas aulas. Posso?
Um domingo repleto e coisas boas.
Beijos