segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

“letras mortas”


Protocolo,
compromissos...
Sábios e omissos!
Metas,
ações...
Nações!
Lucro tapando os olhos...
contaminação,
óleos!
Lucro queimando energia...
carbono,
metano!
Lucro matando a Terra...
gases,
efeito estufa!
lucro violando o ar...
devastação,
poluição!
Lucro e mais lucro...
Tudo pelo lucro!
Quioto parece cair
nas manhas da teia gananciosa...
forças de poder
tranformam o escrito
em meras
“letras mortas”



Juleni Andrade

Protocolo de Quioto





Os Estados Unidos da América negaram-se a ratificar o Protocolo de Quioto, de acordo com a alegação do presidente George W. Bush de que os compromissos acarretados por tal protocolo interfeririam negativamente na economia norte-americana.

A Casa Branca também questiona a teoria de que os poluentes emitidos pelo homem causem a elevação da temperatura da Terra.

Mesmo o governo dos Estados Unidos não assinando o Protocolo de Quioto, alguns municípios, Estados (Califórnia) e donos de indústrias do nordeste dos Estados Unidos já começaram a pesquisar maneiras para reduzir a emissão de gases promotores do efeito estufa — tentando, por sua vez, não diminuir sua margem de lucro com essa atitude.
O Protocolo de Quioto é consequência de uma série de eventos iniciada com a Toronto Conference on the Changing Atmosphere, no Canadá (outubro de 1988), seguida pelo IPCC's First Assessment Report em Sundsvall, Suécia (agosto de 1990) e que culminou com a Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança Climática (CQNUMC, ou UNFCCC em inglês) na ECO-92 no Rio de Janeiro, Brasil (junho de 1992). Também reforça seções da CQNUMC.

Constitui-se no protocolo de um tratado internacional com compromissos mais rígidos para a redução da emissão dos gases que provocam o efeito estufa, considerados, de acordo com a maioria das investigações científicas, como causa antropogênicas do aquecimento global.

Discutido e negociado em Quioto no Japão em 1997, foi aberto para assinaturas em 11 de Dezembro de 1997 e ratificado em 15 de março de 1999. Sendo que para este entrar em vigor precisou que 55% dos países, que juntos, produzem 55% das emissões, o ratificassem, assim entrou em vigor em 16 de fevereiro de 2005, depois que a Rússia o ratificou em Novembro de 2004.

Por ele se propõe um calendário pelo qual os países-membros (principalmente os desenvolvidos) têm a obrigação de reduzir a emissão de gases do efeito estufa em, pelo menos, 5,2% em relação aos níveis de 1990 no período entre 2008 e 2012, também chamado de primeiro período de compromisso (para muitos países, como os membros da UE, isso corresponde a 15% abaixo das emissões esperadas para 2008).

As metas de redução não são homogêneas a todos os países, colocando níveis diferenciados para os 38 países que mais emitem gases. Países em franco desenvolvimento (como Brasil, México, Argentina e Índia) não receberam metas de redução, pelo menos momentaneamente.

A redução dessas emissões deverá acontecer em várias atividades econômicas. O protocolo estimula os países signatários a cooperarem entre si, através de algumas ações básicas:

Reformar os setores de energia e transportes;
Promover o uso de fontes energéticas renováveis;
Eliminar mecanismos financeiros e de mercado inapropriados aos fins da Convenção;
Limitar as emissões de metano no gerenciamento de resíduos e dos sistemas energéticos;
Proteger florestas e outros sumidouros de carbono.

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Você não pode ensinar nada a um homem; você pode apenas ajudá-lo a encontrar a resposta dentro dele mesmo. (Galileu Galilei)


"Permanecer calado não me ofereceu vantagem alguma, pois meus inimigos, tão desejosos de me atrapalhar, chegaram a atribuir-me as obras dos outros escritores; e, tendo-me atacado à base destes textos, chegaram a fazer coisas que, a meu parecer, pertencem claramente a ânimos fanáticos e sem raciocínio."
´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´
"Eu nunca pude entender, Ilustríssimo Senhor, de onde originou-se o fato de que tudo aquilo que dos meus estudos achei conveniente publicar, para agradar ou servir aos outros, tenha encontrado em muitas pessoas uma certa animosidade em diminuir, defraudar e desprezar aquele pouco valor que, se não pela obra, ao menos pela minha intenção, eu esperava merecer."
------------------------------------------------------------------------------
Galileu Galilei nasceu em 15 de fevereiro de 1564, em Pisa, Itália. Estudou medicina na Universidade de Pisa, mas se interessava mais pela matemática, física e astronomia. Em 1592, tornou-se professor de matemática na Universidade de Pádua. Desde cedo passou a defender a teoria heliocêntrica de Copérnico. Em junho de 1609 construiu uma luneta seguindo as informações que recebera sobre um desses instrumentos feito por um holandês. Depois de várias melhorias, conseguiu construir uma luneta com aumento de 30 vezes e passou a observar sistematicamente o céu. Em Janeiro de 1610 observou os quatro satélites de Júpiter hoje chamados de "galileanos". Publicou essas observações salientando que contrariavam o sistema de Ptolomeu pois mostravam a existência de corpos que giravam em torno de outro astro que não a Terra.
Em dezembro desse mesmo ano observou que Vênus apresenta fases como a Lua, provando que esse planeta orbita em torno do Sol. A insistência de Galileu em defender o sistema de Copérnico e seu costume de publicar seus resultados em italiano, tornando-os acessíveis a todos, atraiu a ira da inquisição. Em 1611, o livro de Copérnico foi incluído no Index dos livros proibidos. Em abril de 1630, Galileu publicou seu livro "Sobre os dois maiores sistemas do mundo", onde defende abertamente o sistema heliocêntrico e apresenta as evidências que acumulara com suas observações astronômicas. Apesar do papa Urbano VIII ser seu amigo, Galileu foi intimado pela inquisição a comparecer a um julgamento público em Roma. Lá, foi obrigado a abjurar suas crenças e declarar arrependimento, a fim de evitar a morte na fogueira como hereje. Galileu fez sua declaração e foi sentenciado a prisão domiciliar, que teve de cumprir até sua morte, já totalmente cego, em 8 de Janeiro de 1642.

Além de seu trabalho em astronomia, Galileu é reverenciado por suas contribuições fundamentais à ciência da mecânica, tendo demonstrado que os corpos caem com a mesma aceleração, independente de suas massas. Seus resultados foram publicados clandestinamente na Holanda em seu livro "Sobre duas novas ciências", já que a sentença incluía uma proibição de publicar livros. Esse livro trata das oscilações dos pêndulos, da coesão dos sólidos, dos movimento uniforme e acelerado e da forma parabólica da trajetórias dos projéteis.
# -www.seara.ufc.br/cientistas/galileu.htm

"Acredito que os filósofos voam como as águias e não como pássaros pretos. É bem verdade que as águias, por serem raras, oferecem pouca chance de serem vistas e muito menos de serem ouvidas, e os pássaros pretos, que voam em bando, param em todos os cantos enchendo o céu de gritos e rumores, tirando o sossego do mundo."

Galileu Galilei (em italiano Galileo Galilei, Pisa, 15 de fevereiro de 1564 — Florença, 8 de janeiro de 1642) foi um físico, matemático, astrónomo e filósofo italiano que teve um papel preponderante na chamada revolução científica.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009



" Lutei pelo justo, pelo bom e pelo melhor do mundo. Prometo-te agora, ao despedir-me, que até o último instante não terão porque se envergonhar de mim. Quero que me entendam bem: preparar-me para a morte não significa que me renda, mas sim saber fazer-lhe frente quando ela chegue. Mas, no entanto, podem ainda acontecer tantas coisas... Até o último momento manter-me-ei firme e com vontade de viver. Agora vou dormir para ser mais forte amanhã. Beijos, pela última vez ."
..................................................................
Olga Benário (Munique, 12 de fevereiro de 1908 — Bernburg, 23 de abril de 1942) foi jovem militante comunista alemã, de origem judaica, entregue pela ditadura getulista para ser morta pelo regime nazista em campo de concentração.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Nada é impossível de mudar

Desconfiai do mais trivial, na aparência singelo.
E examinai, sobretudo, o que parece habitual.
Suplicamos expressamente: não aceiteis o que é de hábito como coisa natural, pois em tempo de desordem sangrenta, de confusão organizada, de arbitrariedade consciente, de humanidade desumanizada, nada deve parecer natural nada deve parecer impossível de mudar.

Bertold Brecht
QUEM FAZ A HISTÓRIA

Quem construiu a Tebas das sete portas?
Nos livros constam os nomes dos reis.
Os reis arrastaram os blocos de pedra?
E a Babilônia tantas vezes destruída
Quem ergueu outras tantas?
Em que casas da Lima radiante de ouro
Moravam os construtores?
Para onde foram os pedreiros
Na noite em que ficou pronta a Muralha da China?
A grande Roma está cheia de arcos do triunfo.
Quem os levantou?
Sobre quem triunfaram os Césares?
A decantada Bizâncio só tinha palácios
Para seus habitantes?
Mesmo na legendária Atlântida,
Na noite em que o mar a engoliu,
Os que se afogavam gritaram por seus escravos.
O jovem Alexandre consquistou a Índia.
Ele sozinho?
César bateu os gauleses,
Não tinha pelo menos um cozinheiro consigo?
Felipe de Espanha chorou quando sua armada naufragou.
Ninguém mais chorou?
Fredrico II venceu a Guerra dos Sete Anos.
Quem venceu além dele?


Uma vitória a cada página.
Quem cozinhava os banquetes da vitória?


Um grande homem a cada dez anos.
Quem pagava as despesas?


Tantos relatos.
Tantas perguntas.




Bertolt Brecht
(1898-1956)
Bertold Brecht

--------------------------------------------------------------------------------




O ANALFABETO POLÍTICO

O pior analfabeto
É o analfabeto político,
Ele não ouve, não fala,
Nem participa dos acontecimentos políticos.
Ele não sabe o custo da vida,
O preço do feijão, do peixe, da farinha,
Do aluguel, do sapato e do remédio
Dependem das decisões políticas.


O analfabeto político
É tão burro que se orgulha
E estufa o peito dizendo
Que odeia a política.


Não sabe o imbecil que,
da sua ignorância política
Nasce a prostituta, o menor abandonado,
E o pior de todos os bandidos,
Que é o político vigarista,
Pilantra, corrupto e lacaio
Das empresas nacionais e multinacionais.

Bertolt Brecht



Bertolt Brecht (Augsburg, 10 de Fevereiro de 1898 — Berlim, 14 de Agosto de 1956) foi um destacado dramaturgo, poeta e encenador alemão do século XX.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

ÁGUA

A distribuição da água no Mundo é muito desigual e, uma grande parte do planeta está situada em regiões com carência de água. No momento cabe a estes países, em caráter de urgência, desenvolver tecnologias que permitam a captação, armazenamento e preservação da água e seus mananciais.
Antes de nos aprofundarmos nesse assunto é muito importante dizer que apesar de termos a impressão de que a água está desaparecendo, a quantidade de água na Terra é praticamente invariável há centenas de milhões de anos. Ou seja a quantidade de água permanece a mesma o que muda é a sua distribuição e seu estado.
O gerenciamento da água é que deve ser considerado o grande problema e não seu "desaparecimento". Desta forma quando o Governo tenta culpar o usuário pelo consumo excessivo de água está, na realidade, confessando a sua incapacidade em suprir este excesso de água no presente e, possivelmente, no futuro. O cidadão pode e deve evitar perdas desnecessárias do produto, mas não deve, sob hipótese nenhuma, ser responsabilizado pela falta de água. A única forma de inviabilizar a água para o consumo é a contaminação da mesma por poluentes.
--------------------------------------------------------------------------------------------------
Soluções mais óbvias que estão sendo ou serão praticadas em breve são:
Dessalinização: A dessalinização das águas do mar e de aquíferos subterrâneos com salinidade elevada será a solução para vários países que tenham o capital, a tecnologia e o acesso à água salgada. Infelizmente a água potável gerada por estas usinas ainda será um produto caro e, naturalmente inacessível a muitos.
Tratamento de águas servidas: No processo de gerenciamento de águas este é um ponto fundamental. Os países mais desenvolvidos estão investindo pesado nesse campo. No Brasil cidades como Brasília estão se destacando no tratamento e reaproveitamento dessas águas.
Captação das águas da chuva: Em países com estações chuvosas é possível maximizar os reservatórios e estoques de água pelo uso inteligente da água de precipitação.

Se toda a água do mundo coubesse em uma garrafa de 1 litro, apenas meia gota estaria disponível para beber.| A escassez de água potável já é realidade em várias partes do mundo, portanto não a desperdice.| Uma torneira pingando durante 24 horas desperdiça 46 litros de água.| Escovar os dentes com a torneira aberta durante 5 minutos gasta 12 litros de água, escove com a torneira fechada.| O lixo que você produz na beira da praia não deve ser deixado na areia, leve os resíduos até uma lixeira.

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Júlio Verne


“É porque se espalha o grão que a semente acaba por encontrar um terreno fértil.”
Jules Verne (aportuguesado para Júlio Verne) (Nantes, 8 de Fevereiro de 1828 — Amiens, 24 de Março de 1905) foi um escritor francês. É considerado por críticos literários o precursor do gênero de ficção científica, tendo feito predições em seus livros sobre o aparecimento de novos avanços científicos, como os submarinos, máquinas voadoras e viagem à Lua.

BRASIL, O PAÍS DO CARNAVAL





ALGUÉM ME DISSE QUE VIVEMOS
NO PAÍS DO CARNAVAL
ONDE NADA VAI PRA FRENTE
E AS LEIS SÃO FANTASIAS
RESPONDO ENTÃO
CARNAVAL É ALEGRIA
O ENREDO NOSSO DE CADA DIA
É VIVER NA PASSARELA
CARREGANDO A ALEGORIA
SOMOS UMA NAÇÃO QUE BRILHA
TEMOS FORÇA E VONTADE
PORÉM AINDA HÁ GRILHÕES
QUE FORJAM SEM PIEDADE
FAZEMOS PARTE DO GRUPO ESPECIAL
PORÉM AMARRADOS AO TRIUNFO
DO CAPITAL
NOSSAS RIQUEZAS COBIÇADAS
E NOSSOS LÍDERES DE MÃOS ATADAS
PRA ABRE-ALAS UMA HISTÓRIA
DE TROPEÇOS
A PORTA-ESTANDARTE QUEBROU O SALTO
COM O PESO DO POSITIVISMO
A ALA DOS ÍNDIOS REDUZIU-SE
À RESERVAS
AS BAIANAS ESQUECERAM O QUE É SAMBA
O MESTRE-SALA FOI GUERRIAR LÁ NO ORIENTE
O JULGAMENTO É NEOLIBERAL
E A COMUNIDADE DE SALÁRIO MÍNIMO
CARREGA A HARMONIA SEM OUVIR A BATERIA



JULENI ANDRADE
viver é super difícil
o mais fundo
está sempre na superfície

Paulo Leminski

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

A CHAVE

PAULO MAC INTYER SIMÕES & JULENI ANDRADE
A CHAVE

Cansado de assistir
desonestidade travestida,
corrupção vulgar, vou insistir,
prometo, persistir na investida.

O pútrido poder cansa
mas... há honestidade, ainda!
Enquanto muitos enchem a pança
ela persiste, não finda.

Esgotado de acompanhar
fome grassa em solo fértil,
indolência pura, vou apanhar,
mas prometo, existir útil.

O que não esgota é à vontade
de ver a pátria mãe gentil,
amamentando de verdade
cada filho que pariu.

Gasto de estar a par
carência de ordem educativa,
verdade estampada, vou teimar,
prometo, prosseguir na ativa.

Gastam-se fortunas na pauta do educar...
escoando pelo ralo, nada se transforma.
Mas, quem tiver um bom pensar,
prossegue na luta de qualquer forma

Exausto de tanto saber
necessidade de amparo a saúde,
desleixo impróprio, vou derreter,
mas prometo, perseverar amiúde.

Filas pra cuidar da saúde,
quem pode recorre aos planos.
Torço pra que a coisa mude,
há muito por baixo dos panos.
...
Exaurido de informação
apurada questão de guerra armada,
descaso mundial, vou combater ? não,
prometo porem, disputa amada.

Chamam os políticos de safados...
Culpa dos que os escolhem.
Não fiquem, então, calados!
Denunciam, ouçam, olhem!

Chateado com a não liberdade,
cercado por todo tipo de fronteiras,
privilégio grupo seletivo, com tranqüilidade,
prometo combater sem eiras nem beiras.

São tantos impostos a pagar,
que a carga ficou pesada...
Porém, não devemos sonegar.
Sim, vigiar onde está sendo empregada

Preocupado com a qualidade
ar que sufoca meu olfato,
ganância de dono de cidades,
vou esculhambar com pouco tato.


O lucro acima de tudo!
Eis, o espetáculo do progresso.
O povo assiste mudo,
e ainda paga o ingresso.

Apreensivo com as seqüelas,
escravidão atual é assalariado,
egoísmo de quem adquire telas,
prometo pelejar insaciado.



Muito luta, quem é desafortunado...
Caminho sem solução?
Persisto no muito pronunciado,
a CHAVE é a EDUCAÇÃO.

O BRASILEIRO
#############
TESES IBERISTAS, HOMEM CORDIAL
IMAGINÁRIO DOMINANTE
EMOCIONALIDADE, JEITINHO...
CAIA NA REAL!
DESIGUALDADE, CAPITAL
MARGINALIDADE CULTURAL
SUBCIDADANIA
RALÉ DA REPRODUÇÃO CAPITALISTA
ATENDE DEMANDA INTERNACIONAL
CRENÇA FETICHISTA: CRESCIMENTO ECONÔMICO
HÁ ABISMO MATERIAL
VALORATIVO, ESTRUTURAL
FORMATADO
EM TEORIZAÇÃO CONJETURAL
CONTRIBUINDO PARA OPACIDADE NACIONAL
JULENI ANDRADE

CRUELDADE INSANA
---------------------------------
Quanta exploração!
rio manchado,
árvores ao chão,
terra envenenada,
lixão!
Petróleo, guerra, religião;
soja, trigo, fome;
gado, latifúndio, desemprego;
silício, informação, pedofilia;
biotecnologia, gens, desmatamento...
Prostituiram a ciência!
Quanta inconsciência!
Extinção!
Homens sobre o chão, derrubando homens...
Matando a terra com parafernalhas! Tralhas!
Contaminando o solo em busca do lucro!
Absurda irresponsabilidade...
Crueldade insana...
Os homens são ácidos corrosivos,
aniquilando-se em prol de seus caprichos
-------------------------
“Juleni Andrade”
ENTALADO NA GARGANTA
´´´´´´´´´´´´´´´´´´
Tanto rio, tanto mar... terra,
tanto cheiro de queimadas,
quanta poluição !
Tanto peixe, tanto leão... tigre,
quanta extinção !
Tanto petróleo, tanto ouro... prata,
quanta exploração !

Tanto ar, tanta alvorada... pôr-do-sol,
quanta poluição !
Tanta puma, tantas araras azuis ...
tantos maravilhosos papagaios,
quanta extinção !
Tanto carro, tanta moto... avião,
quanta exploração !

Tanto sol, tanta chuva... calor,
quanta poluição !
Tanto elefante, rinoceronte... gorila,
quanta extinção !
Tanta pressa, tanto álcool... drogas,
tantas mortes no transito,
quanta Exploração !

Tanta biologia, tanta mata,
tanto incêndio,
tanta manobra de corrupção,
quanta poluição !

Tanto pirarucu, tanta cachoeira,
tanta destruição,
tanto nobre de espírito,
quanta extinção !

Tanto gado, tanto fogo,
tanta insensibilidade,
tanto choro de fome,
quanta exploração !

Maldades negligentes,
subconscientes coletivos,
fumaça, homem, ganância,
Poluir, Extinguir, Explorar ! ´
´´´´´
PAULO MAC INTYER SIMÕES

ORDENS
++++++++++++
NÃO MATAR!
EDUCAR!
NÃO EXPLORAR!
COMPARTILHAR!
NÃO POLUIR!
PRESERVAR!
NÃO CONTAMINAR!
PROTEGER!
NÃO DROGAR!
ALIMENTAR!
NÃO PROSTITUIR!
ESCLARECER!
NÃO GUERREAR!
APAZIGUAR!
NÃO VIOLENTAR!
CONVIVER!
NÃO DESTRUIR!
REFLORESTAR!
NÃO FINGIR!
ELUCIDAR!
SIM A VIDA!
LIBERDADE,
RESPONSABILIDADE,
AMOR!
++++++++++++++
JULENI ANDRADE

VAMOS SONHAR

Eu hei de encher o mundo de sinais
de que vale sonhar, pois, afinal,
sonhar é despertar um potencial
que dorme em nós: em nós e nos demais,

causando uma carência universal
de sonhos por sonhar e, assim, jamais
hão de influir no mundo; este é incapaz
de transformar-se e fica sempre igual,

pra não dizer pior; se falta o sonho
falta a fé, a esperança e até o amor.
Alguém do povo! Alguém! sonhe comigo.

Venha sonhar o sonho que proponho.
Vou conseguir alguém pra sonhador.
Ó Alguém que sonhe! Amigo! Amigo! Amigo!

Diógenes Pereira de Araújo

PMS = PAULO MAC INTYER SIMÕES

MUNDO IDEAL
---------
Como seria o mundo :
.
100 FRONTEIRAS
100 GUERRAS,
100 POLUIÇAO,
100 EXPLORAÇAO DO HOMEM,
100 DESONESTIDADE,
100 EGOÍSMO,
100 GANANCIA,
100 MALDADE,
100 DROGAS,
100 ANALFABETOS,
100 POBREZA,
100 HOMICÍDIOS e
como seria o mundo
100 VOCE ?
PMS
MUNDO IDEAL II
-----
Como seria o mundo :
.
SEM FRONTEIRAS
( mesma moeda ),
SEM GUERRAS
( respeito as crenças )
SEM POLUIÇAO
( Viva a Terra ),
SEM EXPLORAÇAO DO HOMEM
( valoração do mesmo ),
SEM DESONESTIDADE
( obrigação )
SEM EGOÍSMO
( unidade ),
SEM GANANCIA
( com ambição )
SEM MALDADE
( vale a bondade )
SEM DROGAS
( objetivos ),
SEM ANALFABETOS
( com certeza )
SEM POBREZA,
( é o mínimo ),
SEM HOMICÍDIOS
( brinde a vida ) e
como seria o mundo
SEM VOCE ?
( insípido )
.
PMS
MUNDO IDEAL III
-----
Como seria o mundo :
.
Com moeda única
( sem fronteiras ),
com respeito as todas as crenças
( sem guerras ),
preocupando-se com a Terra,
( sem poluição ),
valorizando o Homem,
( sem escravidão explorativa ),
a honestidade não sendo virtude
com a observação ética
( sem desonestidade )
todos unidos em prol da coletividade
com a ambição de prosperar
( sem ganância )
todos voltados para o amor
( sem maldade )
com perspectivas, metas e objetivos
( sem drogas )
Com acesso a formação educacional
( sem analfabetos )
Alimentos para todos
(sem pobreza )
preocupação com a vida de outrem
verdadeiro brinde
(sem homicídios )
vivendo e saboreando você
( sem insipidez )
.
PMS
"Águas poluídas"
Àrvores queimadas,
Pássaros sem ninhos,
Rios sem peixes,
Crianças com fome,
Animais em extinção,
Fontes escassas,
Culpa do homem
Por essa destruição.
Águas da vida,
Natureza divina...
Tão maltratada
e mal compreendida,
Imbecilidade crônica
Cegos ele não enxergam...
Essa exterminação!
Que venha uma luz
Em forma de poesia ou oração,
Uma metamorfose,
despoluição de mentes...ação!
Salvação do planeta
Ou sua fragmentação.
(amaropereira)
Injustiça
.
No mundo, que se faz
Cheio de injustiças...
.
Temos que viver a vida
Não importa se é árdua,
Incomum ou florida.
.
Às vezes...
É feita de bondade,
Respeito e virtudes
Outras horas, de maldade.
.
Mas apenas
Procuremos viver...
Na purificação da alma,
Do espírito e do ser.
.
Temos que passar
Por cima da dor,
Temos que pensar...
Somente no Amor.
.
Temos que viver
Apenas viver!...
.
(Dolandmay)

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

POESIA MARGINAL, DA MARGEM DO JORNAL À MARGEM DA RODOVIA

###################################################

Viegas Fernandes da Costa

###################################################



Traço versos nas margens de um marginal jornal

enquanto percorro bairros e ruas, pontes e rodovias



A cada curva que faz o coletivo, a cada buraco...

uma nova palavra, uma velha idéia se traça em tão frágil suporte



Escrevo sem saber o que, apenas uma brincadeira compulsiva

a necessidade de preencher cada canto da margem, ejaculando letras que se encontram e

[constróem um mundo



Escrevo sem atinar com meu percurso

o ônibus prossegue, e me transporta, a mim e ao mundo que carrego



O jornal, marginal, completa-se com a tinta azul da esferográfica

e preenche-se, cada espaço, repleto, e procuro desesperado um novo suporte



No encosto do banco da frente, branco, prossigo

assustado com os olhares que me denunciam, vandalizo o coletivo



Já o jornal, esquecido, voa pelo corredor, entre os passageiros

e encontra uma janela, por onde se esquiva, planando sobre o asfalto...





... voa o jornal e a poesia

esta, liberta das minhas mãos e agrilhoada ao papel,

encontra o rio...

e se afoga!

O Bicho

O Bicho
de Manuel Bandeira

Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.

Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.

O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.

O bicho, meu Deus, era um homem.

REFLETINDO...

DESIGUALDADE SOCIAL NO BRASIL
´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´
“A desigualdade social é um problema histórico no Brasil. Desde seu Descobrimento, há mais de 500 anos, o
modelo de desenvolvimento adotado em nosso país tem privilegiado as elites econômicas.”
( Daniel Santos )
´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´

"Só sua participação cidadã é capaz de mudar o país"

( Betinho )

´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´
“A desigualdade social acontece quando a distribuição de renda é feita de forma diferente sendo que a maior parte fica nas mãos de poucos. No Brasil a desigualdade social é uma das maiores do mundo. Por esses acontecimentos existem jovens vulneráveis hoje principalmente na classe de baixa renda, pois a exclusão social os torna cada vez mais supérfluos e incapazes de ter uma vida digna. Muitos jovens de baixa renda crescem sem ter estrutura na família devido a uma série de conseqüências causadas pela falta de dinheiro sendo: briga entre pais, discussões diárias, falta de estudo, ambiente familiar precário, educação precária, más instalações, alimentação ruim, entre outros.”
(Gabriela Cabral)

Desde os primórdios do processo de desenvolvimento brasileiro, o crescimento econômico tem gerado condições extremas de desigualdades espaciais e sociais, que se manifestam entre regiões, estados, meio rural e o meio urbano, entre centro e periferia e entre as raças. Essa disparidade econômica se reflete especialmente sobre a qualidade de vida da população: expectativa de vida, mortalidade infantil e analfabetismo, dentre outros aspectos.
Para entender a origem de tais disparidades no Brasil é necessário introduzir uma perspectiva mais ampla, abrangendo o passado histórico, sem desconsiderar as dimensões continentais do país. Podemos começar a explicar isso pelo fator mais evidente: a escravidão, que é o paroxismo da exclusão: o Brasil importou o maior número de escravos da África dentre todas as colônias no Novo Mundo e, como Cuba, foi um dos últimos países a libertá-los (em 1888). Mesmo considerando-se os movimentos ascendentes na escala social - os imigrantes são um exemplo eloqüente disso -, a grande massa não teve condições de impor às elites uma distribuição menos desigual dos ganhos do trabalho. Nem logrou, eficazmente, exigir do Estado o cumprimento de seus objetivos básicos, entre os quais se inclui, na primeira linha, a educação. As seqüelas desse feito representam imenso obstáculo para uma repartição menos iníqua da riqueza e perduram até hoje.
´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´

“O Brasil é o quarto país com maior desigualdade social, sendo isso, o resultado da grande exploração ocorrida há séculos atrás pelos diversos países imperialistas que usavam e abusavam da classe menos favorecida.

Pesquisas realizadas pelo IDH (índice de desenvolvimento humano), no ano de 2008, demonstram a alta concentração de riqueza nas mãos dos ricos, onde mais de 50% da riqueza nacional era detida pelos bem sucedidos, ocasionando assim, uma grave crise de pobreza nacional: os ricos com muito mais e os pobres com muito menos.

O país nunca irá progredir enquanto houver desigualdades sociais envolvendo a classe pobre com a classe rica, pois, enquanto o Brasil cresce economicamente, a renda adquirida é somente distribuída entre os grandes capitalistas, que estão preocupados somente, em seu benefício próprio.

O Brasil possui o título de país-destaque da América Latina, com relação à economia, mas, por outro lado, em relação à grande concentração de renda e desigualdades sociais, encontra-se em uma posição pior do que os países da África.

Solucionar esse quadro dramático em que o Brasil se enquadra, é quase impossível, contudo, é necessário que os governantes adquiram consciência e estabeleçam uma política de igualdade entre ricos e pobres, ou, pelo menos, chegue perto desse ideal.”
(Grasiele Oliveira Conceição)

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009




A força da grana que ergue e destrói coisas belas.
( Caetano Veloso )

Titãs

Homem Primata



Marcelo Fromer / Ciro Pessoa / Nando Reis / Sérgio Britto

Desde os primórdios
Até hoje em dia
O homem ainda faz
O que o macaco fazia
Eu não trabalhava, eu não sabia
Que o homem criava e também destruía
Homem primata
Capitalismo selvagem
ô ô ô
Eu aprendi
A vida é um jogo
Cada um por si
E Deus contra todos
Você vai morrer e não vai pro céu
É bom aprender, a vida é cruel
Homem primata
Capitalismo selvagem
ô ô ô
Eu me perdi na selva de pedra
Eu me perdi, eu me perdi.
I'm a cave man
A yuong man
I fight with my hands
With my hands
I'm a jungle man, a monkey man
Concrete jungle!
Concrete jungle!
HOMEM E MULHER



PERMANECE A DESIGUALDADE ENTRE GÊNEROS NO MERCADO DE TRABALHO, UMA CARACTERÍSTICA MARCANTE DO MERCADO DE TRABALHO NACIONAL, JUNTAMENTE COM A DIFERENÇA ENTRE RAÇAS. HOMENS E MULHERS, OCUPANDO MESMOS CARGOS, TÊM REMUNERAÇÃO DIFERENCIADA. NÃO HÁ NECESSIDADE DE EXPLICAR AS ORIGENS DESSA POLÍTICA, JÁ QUE É SABIDO POR TODOS A CONDIÇÃO PARIARCAL DA HISTÓRIA UNIVERSAL.

ALÉM, DA DISCRIMINAÇÃO SALARIAL, HÁ A SEGREGAÇÃO OCUPACIONAL, ATRAVANCANDO O PROGRESSO PROFISSIONAL FEMININO. A MULHER TEM CHANCES EM UMA GAMA MENOR DO MERCADO. MESMO ASSIM, NAS ÚLTIMAS DÉCADAS A POPULAÇÃO FEMININA TEM CONSEGUINDO AVANÇAR SIGNIFICATIVAMENTE E RUMANDO A REVOLUCIONAR O PARADIGMA SÓCIO-CULTURAL CRIADO EM TORNO DOS PAPÉIS DE HOMENS E MULHERES NO CENÁRIO PROFISSIONAL.

JÁ ESTÁ SENDO, LENTAMENTE, TRANSFORMADO A EDUCAÇÃO DE MENINOS E MENINAS, O QUE É UMA ESPERANÇA NO FUTURO. E, MUITAS MULHERES CRIAM SEUS FILHOS SOZINHAS, A PRESENÇA MASCULINA NA EDUCAÇÃO DOS FILHOS ESTÁ FICANDO MENOR. NÃO É DE TODO POSITIVA PARA AS FUTURAS GERAÇÕES, MAS ESTABELECE NOVAS FORMAS DE PENSAR A QUESTÃO DE GÊNERO E TRABALHO.

AGORA, O QUE TODOS SABEM, É QUE NÃO ADIANTARÁ NENHUMA MEDIDA LEGAL PARA QUE HAJA RESPEITO À MULHER, NO MERCADO DE TRABALHO , BEM COMO NA VIDA SOCIAL E FAMILIAR. A ÚNICA SOLUÇÃO É UMA EDUCAÇÃO VOLTADA NA VALORIZAÇÃO DO ESTÍMULO ÀS POTENCIALIDADES, INDEPENDENTE DE SEXO, RAÇA OU CONDIÇÃO SÓCIOECONÔMICA. OS PARADIGMAS SÓ MUDAM, SE OS INDIVÍDUOS MUDAM. ENQUANTO, A EDUCAÇÃO FOR CASTRADORA E VOLTADA PARA A MERA REPETIÇÃO DE COSTUMES INÚTEIS, ESTAREMOS FADADOS AO CONTINUISMO DAS MAZELAS SOCIAIS. TAMBÉM, NÃO HÁ LEI QUE MUDE A EDUCAÇÃO. A VIGENTE LEI DE DIRETRIZES E BASES DA EDUCAÇÃO PRIVILEGIA AS FORMAS MAIS DEMOCRÁTICAS DE EDUCAÇÃO. PORÉM, O COTIDIANO CONTINUA MERGULHADO NAS TREVAS DITATORIAIS E CASTRADORAS. DESSE MODO, SÓ A VONTADE DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO É QUE VAI FAZER VALER A LEI.



JULENI ANDRADE
"A sabedoria da vida é sempre mais profunda e mais vasta do que a sabedoria dos homens." (Máximo Gorki)